Guest Post - Arquitetura do Museu do Prado

By 17:12 Arquitetura , Guest Post , museu do Prado

Caros leitores e Amigos, 

iniciaremos no blog uma serie de Guest Post. 

Para quem não sabe o Guest Post, é feito por um convidado. Nossa primeira convidada ao Guest Post é nossa colaborada. Thais Goetz.

Thais nos conta um pouco sobre a arquitetura do Museu do Prado. 

Boa leitura!


Concebido em 1785 pelo arquiteto espanhol Juan de Villanueva, o arquiteto do príncipe, a mando do rei Carlos III. Com intuito inicial de abrigar o museu e gabinete de Historia Natural e Ciências.

O programa do edifício consistia em três funções distintas entre si, museu de historia natural, academia de ciências e também teria que ter um salao para juntas acadêmicas, de diferentes academias (linguística, historia, belas artes, entre outros). O terreno natural foi outra condicionante para o projeto. Com estilo neoclássico, o edifício foi concebido como três edificações distintas, sendo a parte superior dedicado para o museu de historia natural, na parte inferior uma academia de ciências. Se entraria ao museu pela fachada norte de ordem jônico, a academia de ciências entraria pela fachada sul, de ordem coríntio. Já o salão de juntas acadêmicas estaria na parte central do edifício, um volume praticamente autônomo, diferenciado pelos outros, principalmente por sua escala, com entrada de ordem dórica, que percorre as duas alturas do edifício, sendo a entrada mais decorativa da edificação. Essa entrada daria um acesso direto ao salão de juntas acadêmicas que seria atrás do corpo do edifício.

Durante a guerra de independência, o edifício inacabado, foi um dos lugares de Madrid ocupado como quartel pelas tropas napoleônicas. As tropas usaram muitas de suas estruturas, principalmente do telhado para fazer balas, deixando assim o edifício em ruinas. 
Anos depois, Fernando VII decidiu instalar no local o Museu Real de Pintura e Escultura, encarregando o arquiteto Antonio López Aguado, discípulo de Villanueva, de sua finalização.
Em sua reforma, algumas ideias iniciais foram mantidas, como a diferenciação de funções por plantas. Sendo a parte baixa destinada a esculturas e a parte superior dedicada a pinturas.


O museu já sofreu varias reformas e adaptações, sendo passado por mais de 20 arquitetos, segundo Pedro Moleón, professor de Historia em arquitetura na Universidade Politécnica de Madrid.


Quando for visitar o museu não deixe de admirar a maquete do projeto original do museu feita por Villanueva no ano de 1887, a fim de ilustrar seu projeto para o rei, que hoje é tida como exposição em uma de suas salas.





Autora: Thais Goetz, Brasileira, Arquiteta, com especialização em Planejamento Urbano, na Politécnica de Madrid. Colaboradora em Descubra Madrid.

You Might Also Like

0 comentários

Subscribe and Follow